sexta-feira, 15 de abril de 2011

Razão e Sensibilidade - Jane Austen


Elinor e Marianne são duas irmãs com personalidades muito diferentes. Uma é pura razão e controla seus sentimentos argumentando consigo mesma e procurando sempre não magoar ou ofender as pessoas. O que guia Elinor, é o bom senso.
Marianne, a mais nova, é pura emoção. Espontânea, fala o que quer, se deixa levar por seus sentimentos e não se preocupa muito com as consequencias de suas atitudes.

Através da trajetória das duas irmãs Dashwood, a autora britânica Jane Austen nos mostra como eram os costumes e hábitos naquele século, priorizando os sentimentos dos personagens. 

Em uma sociedade onde o mais importante é o status social, com a perda do pai, a família Dashwood, composta por mais uma irmã e pela mãe, é obrigada a viver de forma mais modesta. Contam com a ajuda de bons amigos para irem sobrevivendo e assim, a história vai se desenrolando de forma a nos mostrar um ambiente e modos, típicos do século XVIII, muito diferentes dos atuais.
Jane Austen
Jane Austen nasceu em Steventon, Inglaterra, em 1775 e morreu em 1817. Recebeu educação de alto nível, o que era incomum para as mulheres de sua época. Em 1801 sua família foi a Bath (http://migre.me/5yFKv), o que influenciou alguns de seus romances. Razão e Sensibilidade foi publicado em 1811, anonimamente.