sexta-feira, 3 de maio de 2013

O Carteiro de Pablo Neruda de Antonio Skármeta


Esta história nos leva até Isla Negra, que não é uma ilha e onde fica uma das casas do poeta chileno Pablo Neruda. Só que não é Neruda quem nos conta o que acontece em Isla e sim Mario Jiménez, um jovem pescador, habitante do local. 

Mario consegue um emprego como carteiro. Seu único trabalho é entregar ao poeta as inúmeras cartas que chegam para ele todos os dias. E o ex-pescador faz este trabalho feliz da vida, sentindo-se muito importante.

Aos poucos, o carteiro e o poeta, vão se aproximando. Enbora a presença do Nobel de literatura seja forte durante todo o livro, o inocente e gentil Mario é o personagem principal de tudo isso e é através dele que conhecemos os outros personagens que habitam Isla Negra.

É uma história simples, de pessoas simples e que ainda mostra um pouco da realidade chilena da década de 70. Há momentos engraçados, como os diálogos entre Beatriz e sua mãe.

Antonio Skármeta
Esteban Antonio Skármeta Branicic nasceu em 7 de Novembro de 1940 em Antofagasta, Chile. Estudou Filosofia e Literatura na Universidade do Chile. Na Alemanha, onde estava exilado, escreveu a história de O Carteiro e o Poeta: primeiro para a rádio alemã e depois para o mundo (1985).