quarta-feira, 25 de maio de 2011

Orgulho e Preconceito - Jane Austen


O Sr. e a Sra. Bennet tem cinco filhas moças. O maior objetivo da mãe das meninas é vê-las casadas com cavalheiros de respeito e boa condição social e financeira. Orgulha-se de se relacionar com 24 famílias. 

Jane é, de longe, a mais bonita das cinco. Gentil e amável não consegue encontrar defeitos nas pessoas e prefere sempre olhar o lado bom de todos. 

Elizabeth, de caráter mais complexo, bonita, inteligente, de olhos cheios de vida, não possui a complacência da irmã,. Capaz de perceber as nuances dos temperamentos alheios, não poupa críticas quando as julga pertinentes. Mas com isso, corre o risco de julgamentos equivocados.

Mary é a mais estudiosa e obscura das irmãs. Com maneiras muitas vezes vulgares e afetadas, prefere quase sempre um livro à reuniões sociais e se diverte estudando o comportamento de outras pessoas.

As mais jovens das Bennet, Kitty e Lydia, são as mais frívolas e vazias e adoram um mexerico social. Estão sempre agitadas.

Jane Austen nos conta o dia a dia da família Bennet, e de seus amigos e parentes, na Inglaterra rural do século XVIII, onde eram muitas as amarras sociais, e os preconceitos que dividiam as classes. Um delicioso passeio por uma época onde as relações eram formais e as distrações eram poucas. Jane vai desvendando o íntimo e a personalidade de cada um dos personagens, com detalhes, e mostrando como os sentimentos podem ir se modificando ao longo dos acontecimentos da vida, e assim influenciando as aititudes de cada um.

Jane Austen

Jane Austen nasceu em Steventon, Hampshire, Inglaterra, em 16 de Dezembro de 1775 e morreu em 1817, aos 41 anos, em Winchester, no condado de Hampshire. Jane morreu solteira, e escreveu sobre o que via e conhecia. Penúltima dos oito filhos do Reverendo Austen e de sua mulher Cassandra. Orgulho e Preconceito foi escrito em 1813.